Pular para o conteúdo principal

Metrô e Art Nouveau

Arquiteto e designer francês, Hector Guimard (1867-1942) é um dos representantes mais importantes do movimento Art Nouveau e mundialmente conhecido por ter criado as emblemáticas entradas do metrô parisiense. Utilizando vidro, ferro fundido, linhas sinuosas e formas orgânicas, o arquiteto criou vários modelos de entradas do novo modo de transporte em Paris. Assim, grande parte da população parisiense descobriu o estilo Art Nouveau com a inauguração da primeira linha do metrô em 1900.

pavillons de la station Bastille, Hector Guimard
Pavilhão da estação Bastille destruído nos anos 60
Apesar de muitas destas construções terem sido destruídas o nome de Guimard é hoje indissociável do metrô parisiense e podemos apreciar sua obra na correria do dia a dia. Vale destacar a estação Porte Dauphine/linha 2, único exemplar que ainda existe em forma de edícula fechada por placas de lava esmaltada e coberta por uma marquise de vidro em leque. Duas outras estações ainda possuem edículas abertas, Abbesses/linha 2 e Châtelet /place Sainte-Opportune.


Hector Guimard, entradas art nouveau do metrô parisiense © Laura Próspero
Hector Guimard, entradas art nouveau do metrô parisiense © Laura Próspero
 Porte Dauphine © Laura Próspero

Algumas obras de Hector Guimard em Paris

Além das míticas entradas do metrô, podemos admirar o trabalho de Guimard em fachadas de alguns prédios e peças de mobiliário em museus da capital.  Ideia para os apaixonados por arquitetura e estilo art nouveau: um "Tour Guimard" pelo 16° arrondissement ;)
  • Le Castel Béranger | 14, rue La Fontaine 75016. Construído entre 1895 et 1898 e monumento histórico desde 1992, é considerado a obra-prima de Guimard. Obra premiada como a mais bela fachada em um concurso organizado pela cidade de Paris em 1898 mas ao mesmo tempo muito criticada por parte do publico, chocada pela exuberância do projeto. 
Le Castel Béranger, Hector Guimard
Castel Béranger, Paris 75016


•  Groupe de edificios construidos de 1909 a 1911.
17-19-21 rue La Fontaine, 43 rue Gros, 8-10 rue Agar 75016

•  Hôtel Mezzara | 60 rue Jean de La Fontaine 75016. Construído em 1910 para o industrial  Paul Mezzara (lembrando que a palavra "hôtel" aqui tem o sentido de mansão).

•  Hôtel Guimard | 122 avenue Mozart 75016. Construído entre 1909 e 1912.
Em maio de 1909, pouco depois de seu casamento com o pintora americana Adeline Oppenheim, Hector Guimard comprou o terreno e construiu uma mansão, residência do casal de 1913 a 1930
(lembrando que a palavra "hôtel" aqui tem o sentido de mansão).

• Villa Jassedé | 41 rue rue Chardon-Lagache 75016
Uma das primeiras obras do arquiteto foi a Villa Jassedé,  bela casa construída em 1893 para o promotor Louis Jassedé. O arquiteto também construiu um edifício para o mesmo promotor  em 1903, situado no 142 avenue de Versailles 75016.

 

Bairro do Marais 

•  Sinagoga | 10 de la rue Pavée 75004. Quando você estiver passeando pelo animado bairro do Marais, dê uma olhadinha no prédio que fica no n° 10 da charmosa rua Pavée.  Em 1913 uma associaçao russo-polonesa decidiu da contruçao de uma nova sinagoga para acolher os imigrantes judeus Ashkenazi que chegaram massivamente do leste europeu no final do século XIX no bairro do Marais. Unica construção de Guimard destinada ao culto religioso, a sinangoga foi inaguarada em junho de 1914.
Como chegar: estação de metrô Saint-Paul / Linha 1.

Guimard nos museus

Belíssima sala de jantar do casal Guimard, conservada no Petit Palais
O estilo art nouveau é adorado ou detestado mas nunca deixa indiferente. Para aqueles que querem conhecer um pouco mais sobre Guimard  e art nouveau  não deixem de visitar três museus em Paris:
Petit Palais 
Musée d'Orsay 
Musée des Arts Décoratifs 


Dica para facilitar sua viagem : Aprenda o vocabulário básico em francês para utilizar o transporte público em Paris, baixe o material aqui.

Comentários