Pular para o conteúdo principal

Postagens

A história das cadeiras do Jardin du Luxembourg

Postagens recentes

Tour Saint-Jacques: uma torre com muita história para contar

Além de oferecer uma das vistas mais bonitas da cidade a Tour Saint-Jaques tem muita história para contar ! Em meio à agitação da região central da cidade, pertinho da prefeitura (Hôtel de Ville), há uma torre solitária, como se estivesse perdida dentro de um pequena praça. Se trata da Tour Saint-Jacques (Torre Santiago), último vestígio de uma igreja construída a partir do século XI dedicada a Saint-Jacques le Majeur (São Tiago, o Maior).


O primeiro campanário desta igreja, construído no século XIII, foi parcialmente financiado pela corporação dos açougueiros que trabalhavam em grande número nos arredores, a igreja leva desde então o nome de Saint-Jacques-de-la-Boucherie (boucherie significa açougue em francês). Lugar importante de peregrinação, a igreja abrigava varias relíquias e marcava o ponto de partida da Via Turonensis (Voie do Tours - 885 Km), um dos quatro caminhos franceses para Santiago de Compostela. A igreja sofreu varias ampliações ao longo de sua história, o campanár…

No alto da colina tem um pequeno paraíso !

Um dos lugares mais pitorescos de Paris Paris é uma das cidades mais visitadas do mundo onde certos locais são literalmente inundados de gente enquanto outros, felizmente, são maravilhosamente ignorados. Um desses lugares é um micro bairro a 100 metros de altura, longe do alvoroço turístico. Pessoas de sorte, as que vivem  lá em cima :)

Bem menos conhecida do que a quase vizinha butte Montmatre ("butte" em francês significa pequena colina) com seu passado boêmio e artístico, a butte Bergeyre está situada bem pertinho do Parc des Buttes Chaumont, no 19e arrondissement.


Difícil imaginar que neste local houve uma pedreira de gipsita (mineral utilizado para fazer gesso) até meados do século XIX. Em 1909 foi a vez de um grande parque de atrações se instalar na "butte", o Folles Buttes. Houve também, do outro lado da colina, quadras de tênis e um estadio com 20.000 lugares que acolheu jogos de futebol durante as Olimpíadas de 1924. Quando o estadio foi demolido em 1926 …

Metrô e Art Nouveau

Arquiteto e designer francês, Hector Guimard (1867-1942) é um dos representantes mais importantes do movimento Art Nouveau e mundialmente conhecido por ter criado as emblemáticas entradas do metrô parisiense. Utilizando vidro, ferro fundido, linhas sinuosas e formas orgânicas, o arquiteto criou vários modelos de entradas do novo modo de transporte em Paris. Assim, grande parte da população parisiense descobriu o estilo Art Nouveau com a inauguração da primeira linha do metrô em 1900.

Jardin du Luxembourg, bem mais que um jardim !

Um dos lugares mais belos de Paris O Jardin de Luxembourg representa o sonho da rainha Maria de Médicis (1573-1642) que, afastada do poder, deixou o Palácio do Louvre e adquiriu um terreno grande o bastante para construir uma mansão inspirada nos palácios florentinos e um parque que lembrava os jardins da sua Itália natal. Ela adquiriu em 1612 o palacete do Duque François de Luxembourg - o nome do jardim vem deste primeiro proprietário - e os 8 hectares adjacentes, assim nasceu um dos mais belos jardins de Paris.

A área atual da propriedade - cerca de 25 hectares - é aproximadamente do tamanho das aquisições de Marie de Médicis, mas sua configuração mudou completamente. Foi somente no fim do Segundo Império, com as obras de Haussmann, que o jardim se estabeleceu em seus limites atuais.

Onde tomar boas cervejas em Paris: bares da rive gauche

O mercado das cervejas especiais está em plena expansão em todo o mundo e na França não poderia ser diferente. Com o impulso da nova geração de cervejeiros e chefs, a tradição cervejeira francesa, que estava adormecida na maioria das regiões do país (o norte da França, região fronteiriça com a Bélgica é uma exceção), está sendo resgatada com muita criatividade.
Os apreciadores de boas cervejasque estão sempre à procura de novos sabores podem ter certeza: a França não é somente o país do vinho e Paris oferece ótimas opções quando se fala em cerveja.

Paris é dividida em 20 arrondissements (distritos administrativos) e em duas partes bem desproporcionais em tamanho, a rive droite e a rive gauche, ou seja, a margem direita ou esquerda do rio Sena. Bem maior e contando com toda a região leste onde estão os bairros mais populares, a rive droite é o lugar incontornável para os apaixonados por cervejas especiais, confira neste post. 

Hoje passaremos do outro lado do rio Sena para conc…

La Caverne: uma nova maneira de produzir alimentos

A prefeitura de Paris vem incentivando e apoiando projetos que visam promover a agricultura urbana e a vegetalização da cidade (um site foi criado para tratar exclusivamente deste tema http://www.parisculteurs.paris/). Depois de muros verdes, hortas em telhados, plantação de lúpulo em vários muros da cidade, foi inaugurada "La Caverne", a primeira fazenda urbana subterrânea da capital.

Situada no 18e arrondissement, numa antiga garagem de estacionamento abandonada há muitos anos,  a fazenda urbana é uma nova maneira de produzir e comercializar alimentos em meio urbano. São 3500 m² dedicados à produção de alimentos sem agrotóxicos, sem transgênicos e com certificação orgânica: champignons de Paris, shiitakes, pleurotes, endives e germes de légumes. Todos os produtos serão colhidos e entregues de bicicleta no mesmo dia !

Visitas somente com hora marcada, informações no site oficial.

Responsável pelo projeto parisiense, a Cycloponics já transformou um bunker construído pelos…

L'Atelier des Lumières: um novo espaço cultural em Paris

Instalado em uma antiga fundição do século 19 inteiramente reformada, o Atelier des Lumières é o primeiro centro de arte digital de Paris.
O centro vai acolher os visitantes em dois espaços, num total de 3200 m² de superfícies de projeção. No espaço La Halle vai será projetado continuamente um ciclo de exposições digitais alternando um programa longo dedicado aos grandes nomes da história da arte e um programa curto, mais contemporâneo.Le Studio será dedicado à criação artística contemporânea, onde o público poderá descobrir artistas emergentes ou nomes confirmados.

Harmonizando com cerveja: Stout com nougat

Nougat, uma verdadeira delicia ! 
Produzido nos países da bacia mediterrânea desde a antiguidade, o nougat é uma verdadeira delicia !

Na França este docinho é bem conhecido no sul do país desde a idade média e foi elaborado com nozes até o século XVII (daí o nome: bolo de nozes "nux gatum" em latim, que se tornará "nougo" em occitano), quando as amendoeiras foram aclimatadas na região de Montélimar, hoje cidade reconhecida internacionalmente por esta especialidade. A denominação de Nougat de Montélimar é reservada aos produtos que contenham pelo menos 30% de amêndoas, ou 28% de amêndoas e 2% de pistaches e 25% de mel.

O nougat faz parte das 13 sobremesas servidas no Natal provençal e vai muito bem com um café gourmand ou acompanhando boas cervejas do estilo Stout, cervejas escuras com notas de malte torrado, chocolate ou café. Tradicionalmente este estilo de cerveja é associado às sobremesas à base de chocolate e há cervejarias que já lançam kits de Páscoa !
Pessoa…

Harmonizando com cerveja: Stout com macarons

Na harmonização com cervejas não há formulas mágicas ou regras definitivas e as possibilidades são quase ilimitadas. Claro que seguimos alguns critérios e bom senso mas é experimentando que entendemos do que gostamos de verdade. Quando comecei a estudar cervejas e pela primeira vez ouvi "doce com cerveja" torci o nariz, mas com o tempo e produtos de qualidade, os meus sentidos foram se abrindo para o novo e hoje adoro harmonizar sobremesas com cervejas.

Tenho uma preferência pessoal pelas cervejas do estilo Stout, cervejas escuras que vão muito bem com sobremesas. Mas há uma cerveja que tem um sabor muito especial porque leva adição de barras de chocolate em sua receita. É a Young's Double Chocolate Stout, cerveja inglesa do estilo Sweet Stout, 5,2% ABV, com textura super cremosa, amargor delicado e sabor intenso de chocolate. Perfeita para harmonizar com sobremesas: bolo de chocolate, sorvete de creme ou baunilha, e mais original, com macarons de frutas vermelhas. Expe…

Onde tomar boas cervejas em Paris: bares da rive droite

O mercado das cervejas especiais está em plena expansão em todo o mundo e na França não poderia ser diferente. Com o impulso da nova geração de cervejeiros e chefs, a tradição cervejeira francesa, que estava adormecida na maioria das regiões do país (o norte da França, região fronteiriça com a Bélgica é uma exceção), está sendo resgatada com muita criatividade.
Os apreciadores de boas cervejasque estão sempre à procura de novos sabores podem ter certeza: a França não é somente o país do vinho e Paris oferece ótimas opções quando se fala em cerveja.

Paris é dividida em 20 arrondissements (distritos administrativos) e em duas partes bem desproporcionais em tamanho, a rive droite e a rive gauche, ou seja, a margem direita ou esquerda do rio Sena. Bem maior e contando com toda a região leste onde estão os bairros mais populares, a rive droite é o lugar incontornável para os apaixonados por cerveja, há muitos baresespecializados que valem a visita, confira alguns deles !




Le Troll Café…